bikenauta

Fevereiro 20 2013

Neste domingo, 17/02/2013, fizemos uma larga volta na serrania da Mantiqueira.

 

O itinerário inédito para a maioria passaria por Itaboca, Taboão e Bom Jardim. O grupo alegre de ciclistas (rapazes e moças) foi de carro até Santa Rita de Jacutinga, descendo as bikes e depois de fazer um lanche, tocou a subir a serra do Pacau. Uma manhã maravilhosa de um verão fresco tornava as cores da mata mais brilhantes e nítidas.

Todos se sentindo esplendidamente bem logo vencemos o asfalto e seguimos pelo leito de uma estrada de ferro desativada coberta de pedras soltas. À esquerda o visual era muito bonito. Num corte de pedra uma cascata escorria salpicando uma água muito fria e quase todos tomaram um chuveiro com uniforme e tudo. (foto de Eliz)

Rodeando a encosta dos morros vencemos o ponto mais alto e despenhamos para o vale profundo onde se abriga Itaboca. Chegando aos grupos os dezoito ciclistas fizeram um lanche leve e voltaram a rodar. Quem estava adiantado via o grupo serpenteando lá embaixo aproximando-se do sopé da montanha.

Uma subida impressionante exigiu que a maioria empurrasse as bikes. Em cada volta do caminho a sucessão de altos morros se espraiava mais. Itaboca era agora um pontinho numa encruzilhada de caminhos de areia. Num dos cortes na encosta passamos por um morro de quartzito, uma areia branca que parece sal, alvíssima. Os geólogos dizem que há 600 milhões de anos aquele altiplano era fundo de mar e sob uma pressão muito forte os cristais de quartzo tomaram aquela forma de areia.

A subida acabou numa porteira sobre uma mata onde as quaresmeiras amarelas parecem incendiar a mata. Daí foi descer rápidos e muito atentos às deformações do chão de arenito. Com uma diferença de duas horas dos primeiros para os últimos chegamos todos a Taboão. Lugarejo arrumado, mas tão pequeno que nem padaria tem. Um lanche rápido e voltamos a pedalar.

Ainda andamos bastante até chegar ao asfalto e subir a longa serra até Bom Jardim. Com uma distância de quinze minutos de um grupo para outro os últimos pegaram um bom banho de chuva numa noite de verão que estava agradavelmente fria. A volta ainda estava longe de terminar e assim, sem perda de tempo seguimos até o alto do Pacau e descemos 20 km usando bem pouco os pedais. (bela foto de Gláucio)

De volta aos carros nos despedimos felizes e cansados, o banho quente ainda estava bem longe.

publicado por joseadal às 01:26

mais sobre mim
Fevereiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

25
26
27
28


pesquisar
 
Tags

todas as tags

blogs SAPO