bikenauta

Dezembro 28 2014

Ontem, o amigo Pedroso me chamou para o último pedal do ano. Grande amigo é famoso por sempre levar um farnel com sanduiches para si e para os colegas.

CaminhoSPedro (43).jpg

Declarou que queria visitar o sertão onde nasceu, um caminho que rodeia Santa Isabel do Rio Preto. Disse mais, que iríamos por um caminho diferente que a mãe dele indicou. Caminho diferente é comigo mesmo.

Saimos às 6 h deste domingo, 28/12/2014 e seguimos para Amparo.

CaminhoSPedro (2).jpg

 

Depois de um lanche subimos a Mutuca e descemos para São Bento. Ele disse que o caminho era logo depois, à direita. Fiquei matutando: qual seria? Pois os caminhos ali dão tudo na serra do Robertão. Uns 2km à frente, num bambuzal, era a entrada.

CaminhoSPedro (6).jpg

Mas por ali já passara vindo da serra. Quando a gente passa no asfalto, à direita se vê a estradinha subindo.

CaminhoSPedro (45).jpg

 

Enquanto subíamos lhe disse que não me recordava duma entrada à esquerda, único jeito de chegar em Santa Isabel. Perguntamos a um e a outro e ninguém sabia do tal caminho. Quase chegando numa pontezinha vimos uma placa da fazenda São Pedro. Só podia ser ali. Tocamos.

O caminho se subdividiu e foi ficando mais estreito, virou um trilho. Pedroso, falou: “seu” Zé e se a gente tiver de voltar tudo? Ué, a gente volta! Mas continuamos pra frente. Bem adiante vimos uma estradazinha do outro lado do riacho. Tinha de ser aquele o caminho para chegar em Santa Isabel. Paramos num sítio,

CaminhoSPedro (12).jpg

 

tomamos água gelada – porque o sol estalava – e passando uma pinguela

CaminhoSPedro (13).jpg

 

e um plantio recente de milho, entramos no caminho e tomamos a direção contrária, voltávamos. O caminho quase não é utilizado e em certos trechos era todo gramado.

CaminhoSPedro (16).jpg

 

Abrimos porteiras,

CaminhoSPedro (19).jpg

 

cruzamos túneis de bambu

CaminhoSPedro (30).jpg

 

e rodeamos alagados pra não molhar a meia.

CaminhoSPedro (24).jpg

e chegamos numa velha fazenda. É a mais velha que já vi na nossa região, data do início do ciclo do café, 1811.

CaminhoSPedro (32).jpg

 

Dali pra frente o caminho era mais batido e correndo passamos por vários sítios, conversamos com duas mulheres leiteiras

CaminhoSPedro (38).jpg

 

e chegamos ao asfalto. Sabe onde? Nunca tinha reparado naquela subida. Foi onde numa enxurrada, há anos, um trecho da estrada foi arrastado.

CaminhoSPedro (41).jpg

 

Voltamos dali mesmo e retornamos com o sol de 50° na moleira. Ô pedalzinho bom!  

publicado por joseadal às 22:30

mais sobre mim
Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
17
19
20

21
22
23
24
25
26
27

29
30
31


pesquisar
 
Tags

todas as tags

blogs SAPO