bikenauta

Novembro 17 2014

Quando se toma um caldo-de-cana, já notou que o atendente dobra a cana uma, duas vezes na moenda?

Roma-Getulândia (47).jpg

 

Assim é com um caminho comum de se pedalar, quando se pensa que não há mais nada de novo nele eis que descobrimos um novo lugar. Foi o que aconteceu neste domingo, 16/11/2014, quando com o amigo João Alencar passamos pelo Roma e seguimos para Getulândia. No alto daquela subida maior tem, à esquerda, uma entradinha com porteira fechada com cadeado. Fui informado que ali tem um belo caminho, então pulamos a porteira e seguimos pedalando e empurrando.

Roma-Getulândia (14).jpg

 

O visual ficava mais bonito quanto mais alto subíamos.

Roma-Getulândia (17).jpg

 

Não é um pedal de correria, é um de curtir a paisagem. A árvore com casas de joão-de-barro,

Roma-Getulândia (23).jpg

 

o caminho que vai até Ataulfo de Paiva e o bosque fechado que parece uma ilha na travessia da linha do trem, onde tem uma barraca de frutas. Note lá ao fundo, no vale, a matinha fechada.

Roma-Getulândia (32).jpg

 

Subimos mais até ver o Roma e Arrozal lá longe. Então, pelo alto do morro entramos numa mata e começamos uma longa descida.

Roma-Getulândia (27).jpg

 

No final dela fica um sítio onde mora um casal de velhos. Por toda aquela região os dois conhecidos. O colega João ficou com dó daquelas pessoas idosos que tem de trabalhar como caseiros no sítio.

Roma-Getulândia (34).jpg

 

Sondados se sairiam dali para viver mais perto da cidade e dum socorro urgente, ‘seu’ Édson disse: É melhor ficar por aqui mesmo. Tenho meus cachorros e em outro lugar não permitiriam que eu levasse eles. Demos um trocado a eles e seguindo seu conselho pegamos um trilho que descia sem parar.

Roma-Getulândia (39).jpg

 

Troncos caídos nos obrigavam a empurrar a bicicleta, pouco podíamos descer montados.

Roma-Getulândia (44).jpg

 

Ao pe da serra rodamso por um pasto até sairmos em Santa Bárbara. Descobrimos mais um caminho onde pensávamos não ter nada mais pra conhecer. É bom sempre se ficar de olhos abertos para coisas novas.      

publicado por joseadal às 20:10

Sempre depois de cada esquina
vislumbrar se um novo horizonte.
Ademar valim a 18 de Novembro de 2014 às 08:26

mais sobre mim
Novembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29



pesquisar
 
Tags

todas as tags

blogs SAPO