bikenauta

Novembro 23 2011

A Origem da Obra de Arte, livro de Martin Heidegger, é o que leio estes dias. Um filósofo é bom de ler. Mas é difícil porque nos faz pensar a cada parágrafo. As primeiras palavras desta obra já me fizeram viajar:

"Origen significa aquí aquello a partir de donde y por lo que una cosa es lo que es y tal como es. Qué es algo y cómo es, es lo que llamamos su esencia. El origen de algo es la fuente de su esencia. La pregunta por el origen de la obra de arte pregunta por la fuente de su esencia. Según la representación habitual, la obra surge a partir y por medio de la actividad del artista".

Quem não conhece o personagem Geraldão, de Glauco?

A primeira vista parece um debujo que uma criança consegue imitar. Engano seu. Ele estudou arte e se quizesse pintaria uma paisagem ao estilo Clássico. Para fazermos qualquer coisa na vida, com domínio e intenção, é preciso ir à origem deste trabalho. Saber os mínimos detalhes da condições de se executar o serviço nos permite flexibilidade, conhecimento de causa. Por isto um estudo fundamental bem feito é tão importante para toda vida. 

Vou continuar lendo Heidegger, quero saber: afinal o que faz de um objeto uma obra de arte.         

publicado por joseadal às 23:57
Tags:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Novembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

21
22
24
25
26

27
29
30


pesquisar
 
Tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO