bikenauta

Abril 16 2012

A praça histórica de Vassouras foi ontem e mais uma vez
palco da festa do Bike Tour, competição que reuniu este ano 380 ciclistas.
Chegamos vindo de Volta Redonda e na entrada da cidade nos juntamos a colegas
que chegavam de diversos municípios da Baixada. Havia uma tensão forte no ar como se
toda energia que aqueles homens e mulheres estavam despendendo nas estradas de
chão no alto da serra chegasse até ali.

Saímos de nossa cidade às 7 horas e fomos puxando os oito ciclistas
para percorrermos os 65km em tempo de ver o triunfo dos campeões. Pinheiral,
Vargem Alegre e Barra do Piraí passaram rápido por nós. Um jovem chegou a
reclamar que aquilo não era um passeio. Não era mesmo, o passeio ficaria para a
volta ao passarmos por Mendes e Santanézia.

Esquecemos do cansaço e nossos corações se encheram de
alegria quando subimos para o centro de Vassouras. Nos dispersamos encontrando
velhos conhecidos e entabulando conversa e formando novas amizades. Não demorou muito
os competidores surgiram velozes atravessando o portal de chegada. (foto do colega Fabiano66)

Assistindo de fora, não tendo participado do ardor da disputa,
observamos um efeito descrito no livro O Mapa da Alma. O professor Cal Jung
descobriu que a psique passa por um amadurecimento que ele denominou Individuação.
O significado desta palavra é bem diferente do que se pode julgar.
Individuar-se não é ficar isolado em si mesmo, o que seria a vitória do Ego,
mas abrir-se abarcando nossos próximos e vizinhos, sentindo o drama dos outros e
tornando-nos empático a ponto de nos unimos ao mundo a nossa volta. Porém, seja pelo
esforço despendido em pedalar mais de 60 km por terreno acidentado, seja pelo
próprio espírito competitivo o que se via em cada atleta que cruzava a meta era
uma introspecção atroz. Não olhavam em volta, os olhos pareciam voltados para
dentro de si mesmos. Era um egocentrismo em sua forma mais definitiva.

Talvez por isso ou para não ficar assim, a maior parte dos
praticantes de mountain bike procura o pedalar sem competição. Integram-se ao
grupo e a paisagem a sua volta enquanto pedalam e quando olham para dentro de si, meditando
enquanto movem os pés, buscam sintonia com o mundo, com a paz e com o Pai.      

publicado por joseadal às 21:25

mais sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13

15
17
18
20
21

22
24
26
27
28

29
30


pesquisar
 
Tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO