bikenauta

Dezembro 20 2011

Parafraseando a música de Geraldo Vandré: Pedalando e pensando e seguindo a canção..., contava do problema que desenvolvi na mente
enquanto rodava no alto da Mantiqueira: por que a serpente é o símbolo do mal, do Diabo, inimigo de Deus, na Bíblia?

Voltemos à cobra no Jardim do Éden. O casal, como o da novela Fina Estampa, vive aos beijos e
carinhos. Ô vidão! Então aparece a sinuosa - a má? – e diz para Eva:

 - Você precisa comer a fruta desta árvore, menina! 

 Esta responde como o marido lhe ensinou:

 - Não posso, se a comer morro.

 Isto se chama interdição com ameaça, é base da cultura dos judeus e dos cristãos. Proibição e
pecado, nada a discutir ou tentar entender.

Mas tomando o aspecto de quem ensina a sibilante interpõe:

- De jeito nenhum! Comendo está fruta você vai conhecer o bem e o mal.

 Agora me diga: compreender pela vivência, pela experiência, é ruim? Ou é assim, provando,
tropeçando e sofrendo que se cresce?

Quando o Criador resolveu fazer de Jesus o salvador da espécie humana, o que foi que fez?

Colocou-o no mundo, como se fosse diante da árvore do Conhecimento. Jesus pode ver o que era bom e o que era mau e pode
escolher. Ele, o unigênito, falou depois:

- Pai, preciso mesmo conhecer o bem e o mal? Pai, passe de mim este cálice! Mas seja feita a Vossa vontade e não a minha. 

Um seguidor de Jesus, disse: "Ele aprendeu a obediência pelas coisas que sofreu".

É preciso experimentar situações diferentes para se crescer.
Errar, reconhecer o erro e aprender. Este é o princípio da sabedoria, é o caduceu.

A serpente teve a sua função no avançar da humanidade. Quanto aprendemos desde que o Adão e a Eva, os primeiros homo sapiens,

deixaram a caverna!

Seguindo o pensamento bíblico a serpente, o ser espiritual que estava com eles, lhe mostrou o difícil caminho do aprendizado.

Na mesma Bíblia, tempos depois, a um estranho relato de algo que se passou no mundo dos espíritos:

Deus Pai: - De onde vêns?

Anjo protetor: - De andar pela Terra.

Deus Pai: - Viste meu servo Jó? Que homem fiel!

Anjo protetor: - Deixe-me tocar em tudo que ele tem e vejamos se continua fiel.

Deus Pai: - Vai, faça isso.

Então, a serpente é má ou é o meio usado por Deus Pai para nos revelar o conhecimento, nos fazer sair da mesmice?    

Refleti sobre estas coisas enquanto estava pedalando de manhãzinha no planalto, em cima da Mantiqueira.

A bike girava por um antigo caminho de trem, hoje sem os trilhos e dormentes.

O sol de inverno dourava os pastos e dava as correntes dos riachos cores maravilhosas.

E, com alguns colegas mais a frente e outros mais atrás, eu e minha bike sozinhos, pensei tudo isto e
entendi que a serpente não é má, é o caduceu que nos eleva.

Mas com esta revelação veio outras. Depois eu conto.

 

publicado por joseadal às 19:11
Tags:

A serpente está em cada um de nós, assim como o anjo. Nós temos que saber distinguir o bem do mal e procurar seguir os ensinamentos enviados por Deus.
Vanice Ferraz a 21 de Dezembro de 2011 às 12:04

mais sobre mim
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
21
23
24

25
26
28
29
30


pesquisar
 
Tags

todas as tags

blogs SAPO