bikenauta

Agosto 04 2012

Amanhã sairemos cedo. É domingo, e como se dizia antigamente, Dia do Senhor. Então, vamos sair para ver as obras dEle. Quando colocarmos as bicicletas no reboque da van o céu deverá estar claro, mas ainda sem a luz dourada do Sol. O primeiro trabalho será tirar a roda da frente e ficar observando os colegas fixando-as nos encaixes. Uma olhada para o céu e veremos fiapos de nuvens cor de rosa num azul desbotado. Fará frio e dentro de duas horas ficará bem gelado.

 

Dentro da van, aquecidos, perceberemos a cidade dos homens ficar para trás, o carro correr pela Dutra, e logo estaremos seguindo na estrada para Bananal. O Sol levantará por detrás dos morros e o gado pastando a erva molhada será bonito de ver. Alguém vai cochilar e a conversa animada vai diminuir enquanto o motorista guiando com atenção fará o carro vencer as curvas fechadas da antiga estrada dos tropeiros, o caminho que D. Pedro I fazia para chegar a São Paulo. Quando a van entrar, depois de passar uma pequena ponte, na rua principal de São José do Barreiro com seu casario de mais de um século, já estaremos bem acordados e ansiosos para começar a aventura.

Soltar e aprontar as bikes não será demorado. Um bom café bem esperto aquecerá o corpo que treme de frio e da expectativa de subir a serra que domina a pequena cidade. E, então, sorrindo tolamente, como crianças que passam muito tempo presas e são levadas a passear no parque, iniciaremos a longa subida de 20km, íngreme, saindo de 450m para 1.700m de altitude. O ar congelante entrará por nossos narizes pinicando e levará o oxigênio, quase sem poluição para cada célula de nossos corpos arfantes sob o esforço de subir esta montanha que está assim há 60 milhões de anos, desde quando o antigo continente Gondwana se partiu e a África se afastou para viver sua história sozinha.

Uma hora depois quase não veremos traços do trabalho do homem e por todo lado vamos nos maravilhar com as obras do Criador. Deus seja louvdo.

publicado por joseadal às 11:13

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18

19
20
23
24
25

26
28
29
30


pesquisar
 
Tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO