bikenauta

Maio 04 2013

Algumas horas antes, depois de subir mais ainda, víamos Campos de Jordão de muito acima, quase das nuvens.

E então, despenhamos pela estrada das Pedrinhas. A natureza caprichosa cortou as grandes rochas, esmerilhou-as e forrou a descida com milhões delas. Mas deixe-me contar-lhe do início.

Depois de uma noite reparadora na tranquila pousada Refúgio dos Peregrinos e de um revigorante café da manhã feito por Bianca, saímos para o segundo dia de pedal nas serras paulistas. O frio de 6 graus nos estimulava e lá íamos os três passando por Capivari.

Seguindo o caminho pelo alto da serra e que vai para Delfim Moreira enchíamos os pulmões de ar puro e o coração de felicidade. A estrada asfaltada é estreita, sinuosa e cercada de belos condomínios.

Então, quando chegamos a bifurcação que leva a travessia da serra avistamos a entrada do Horto Florestal, e tivemos de visitar o lugar. É um mundo de fantasia e lindo por demais.

As folhas não são verdes, Deus é ali um pintor que gosta de brincar com as tintas e, em meio ao frio do ar, as plantas espalham o calor em cores quentes de marrom, laranja, vermelho e amarelo. Foi um colírio para os olhos e as almas. Mas tivemos de seguir viagem.

Em Campos do Jordão basta subir um pouco e já estamos a beira da encosta que desce para o vale do rio Paraíba do Sul. Mas lá na frente, a 10 km, uma série de morros afasta a descida para Aparecida. Sobe-se muito e quando o céu azul aparece sem mais um encosta por trás começa a descida pela estrada das Pedrinhas. As cidades parecem uma miragem no horizonte sul.

A descida nesta trilha é uma aventura que derrama no sangue hormônios em quantidade. Como é que os pneus balões conseguem passar por cima das pedras redondas e soltas sem derrapar é um mistério. Com bastante fome chegamos ao restaurante Cachorrão cheio de gente. A comida demorou, e olha que ainda estávamos bem longe das cidades!

Rodamos muito depois do almoço, mas chegamos na catedral na horinha que começava a missa de meu padroeiro, São José Operário.

Graças a Deus, Jesus e nossa Senhora, aquela que Jesus me ordenou: Esta é a tua Mãe, e que levei para minha casa, cumprimos em paz nosso pedal: de Pindamonhangaba-Campos de Jordão-Aparecida.

publicado por joseadal às 00:45

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17
18

19
21
22
23
24
25

27
28
29
31


pesquisar
 
Tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO