bikenauta

Julho 20 2013

Encastelada no meio das Minas Gerais, para chegar lá os antigos desbravadores precisaram vencer os obstáculos naturais levantados pela natureza. Depois de ouro Branco, a estrada, de onde se descortina um panorama lindo, parece um serrote fenomenal com subidas sucessivas de mais de 300 metros.

Depois de cada descida vertiginosa todo o corpo se concentrava em avançar num aclive forte em que a cada 10 metros subia-se um metro. O pico mais alto fica a 1.380 metros.

Quando numa descida louca deslumbramos o casario da velha cidade, foi uma alegria só: Chegamos!

Depois de instalados no hotel e de banho tomado fomos caminhar pelas íngremes ladeiras forradas de pedras irregulares.

De cada ângulo, nas subidas das travessas estreitas, as torres das igrejas surgiam coloridas de amarelo ouro sobre o casario centenário.

Cada rua regurgitava de gente de todos os lugares do mundo. O Encontro da Juventude trouxe à este Monumento da Humanidade uma bela turma de jovens franceses.

Andamos pelos becos enchendo os olhos com a beleza que o por do sol só aumentava.

Depois da janta e do descanso merecido acordamos para outro dia lindo e para mais aventuras.

publicado por joseadal às 23:52

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Julho 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26

28
29
30
31


pesquisar
 
Tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO