bikenauta

Janeiro 14 2013

Ontem, antes de pedalar, aferi minha pressão sanguínea, estava 18/9. Tomei meu remédio e fui pedalar.

Quando cheguei no ponto de encontro só vi o Beto Souza. Tempo bem encoberto, parecendo que ia arriar água, mais ninguém apareceu. Bem, na saída chegaram dois garotos falando que iam participar de um treino do Audax que não houve e pediram para nos acompanhar. Não passaram de Pinheiral, insistimos para eles voltarem.

Logo depois do túnel 21, que evitamos passando por cima, no começo da rodovia do Contorno encontramos Bispo e dois amigos fazendo um treino na rodovia. Nilsinho estava com ele, mas queria ir para o Clube de Pesca de Piraí. Seguiu a gente. Comentando com ele o caso da pressão alta me deu o parecer de que pedalando ela podia chegar a 22, aí eu estava lascado. Tocamos para Arrozal. Lá estava Jorginho e Rogério Tatu. Enquanto tomavam café fui ao posto de saúde medir a pressão, estava 15/8. Ótimo, eu estava no meio de uma prova de esforço.

O fármoco que eu tomo, receitado pelo meu cardiologista, é Torlós H, a bula diz: “Seu efeito é relacionado diretamente ao bloqueio do receptor AT1, que ‘é uma proteína componente da membrana celular. Quando se liga quimicamente à angiotensina II provoca uma série de reações celulares. A angiotensina II causa vasocontrição e vai para os rins via corrente sangüínea, onde, estimulará a reasorção de Sódio e água aumentando assim a volemia, e, conseqüentemente a pressão’”.

Fisiologia, o estudo do funcionamento do corpo humano é uma ciência que demanda um longo estudo, e eu sou um neófito. Mas o que compreendo é que meu organismo anda produzindo muito o tal peptídio, (uma enzima) Angiotensina II. Ela chega as células e pelo receptor AT1 dá a ordem maluca: segura toda a água e sal que puder. Aumenta o volume do sangue e o coração tem que fazer mais força. Daí, tem de se jogar a água e o sal fora. Concórda? Então, fui pedalar e deu certo. Mas no final da volta de 80 km, nas subidas da Dutra entre Piraí e Arrozal, penei.

Ah, entãi o passeio ficou assim: Nilsinho voltou de Fazenda da Grama, eu e Beto voltamos de Passa Três e só os ciclistas voadores, Jorginho e Rogério, conseguiram ver os barcos no Clube de Pesca.

publicado por joseadal às 11:00

mais sobre mim
Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


pesquisar
 
Tags

todas as tags

blogs SAPO