bikenauta

Abril 10 2012

Um caminho várias vezes percorrido se parece muito com velhos amigos, ambos são fáceis de lidar
por que os conhecemos bem. Porém, nem por um minuto lidar com eles é uma repetição
de experiências, há sempre situações novas que aumentam nossa ligação com eles.
Exemplo disso foi nossa pedalada deste domingo pascoal pelo tantas vezes percorrido Circuito de Dorândia.

No ponto de encontro lá estavam antigos camaradas, uns que não encontrava há algum tempo e outros
com que pedalo mais amiúde. Novos colegas também ali estavam ansiosos pelo desafio de pedalar forte por quatro
horas. Para alguns o caminho era totalmente desconhecido.

Mas assim como olhar para João Bosco trás a mente muitas lembranças mas conversando enquanto corremos pelo antigo leito da estrada de ferro de Pinheiral fico inteirado do turismo ciclístico de 1000km que ele vai fazer pelas Gerais ainda este mês, o conhecido
caminho em que pedalávamos mostra outras faces.

Não é só mudanças no traçado feitas pela engenharia humana - como os cortes e aterros na estrada para Vargem Alegre - ou pela natureza, mas a percepção que a cada pedalada muda. Ora, em nenhuma vez tinha notado como era longa e puxada a subida do caminho Dorândia-Turvo. Ufa!

Bons amigos e belos caminhos para andar são coisas ótimas dessa vida.  

publicado por joseadal às 00:53

mais sobre mim
Abril 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


posts recentes

Ótimas coisas nessa vida

pesquisar
 
Tags

todas as tags

blogs SAPO